Cadastro Socioeconômico PRAE

Assistência Estudantil

Assistência estudantil é um programa nacional que tem como finalidade ampliar as condições de permanência do estudante na educação superior pública federal.

Na UFSC, no início de cada semestre letivo, são publicados editais, os quais regulam o processo de inscrição e seleção para cada um dos programas e auxílios.

Para ter acesso ao programa, os estudantes devem fazer o cadastro socioeconômico, instrumento regulamentado através de edital público.

Cadastro socio econômico

Cadastro Socioeconômico 2017

A PRAE desenvolveu um vídeo com dicas sobre como efetuar o Cadastro PRAE/UFSC e concorrer aos benefícios da Assistência Estudantil/UFSC.

O procedimento de cadastramento para receber auxílios da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e a duração do cadastro passaram por mudanças que entraram em vigor já no início de 2017.

As alterações foram:

  • Estudantes ingressos com renda familiar abaixo de 1,5 salário mínimo per capta terão seu cadastro feito automaticamente quando da comprovação de sua renda;
  • Demonstrada renda familiar abaixo de 1,5 salário mínimo per capta, o cadastro tem duração por  cinco anos, com termo inicial a data de comprovação da renda ou a data de conclusão do cadastro junto à PRAE (para ingressos antes de 2017); e
  • Cadastros vigentes de estudantes com renda acima de 1,5 salário mínimo per capta terão o seu prazo de dois anos mantido.

Edital 01/2017: Válido para estudantes já matriculados ou aqueles que não possuem cadastro automático

Portaria 14/2016: Trata do prazo de validade e validação do Cadastro Socioeconômico

Como será a seleção para os Programas da PRAE a partir de 2017?

 O estudante, quando aprovado no vestibular em vagas destinadas às ações afirmativas, já precisa passar por comissão para, mediante apresentação de documentos cabíveis, comprovar a situação econômica sua e de sua família. Começando no ano de 2017, a documentação apresentada será aproveitada para a geração de um índice expressivo da renda familiar. Este numeral é que substituirá o anterior (ISE) e passará a informar a seleção de cada um dos programas de assistência estudantil, que será feita, então, com base na renda bruta mensal per capita, considerando-se ordenação da menor para a maior, conforme o número de auxílios e benefícios disponibilizados pelos editais específicos.

 

Para fazer o cadastro, o interessado deve:

  1. Ler atentamente o edital de Normas para Elaboração do Cadastro Socioeconômico, disponível tanto no site da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) quanto na página do Serviço de Atenção Socioassistencial de cada campus;
  1. Preencher o cadastro, acessando o link https://beneficiosprae.sistemas.ufsc.br; e
  1. Agendar horário para entrevista e entrega da documentação solicitada no edital. Esta etapa acontece mediante agendamento no Serviço de Atenção Socioassistencial/ Coordenadoria de Assistência Estudantil.

Na entrevista social o estudante entrega os documentos e são verificados os agravantes sociais (situações de saúde, de aluguel ou financiamento imobiliário, desemprego, entre outros). Nesta etapa é realizado, também, o cálculo do índice Socioeconômico, por meio do qual o estudante irá concorrer às bolsas e aos auxílios.

Depois de finalizada a análise, a situação do cadastro socioeconômico será disponibilizada em:

http://prae.ufsc.br/cadastro-online ou  https://beneficiosprae.sistemas.ufsc.br

Respeitados os respectivos prazos, a atualização do cadastro deve ser feita presencialmente no Serviço de Atenção Socio-assistencial a cada dois ou cinco anos, salvo se alteração na condição do estudante motivar sua atuação no sentido de atualizar as informações de seu cadastro. Não há como fazer online.